Mas o que é o budismo?

“Buda” é um termo que em sânscrito significa “desperto” ou “iluminado”.

Historicamente, a primeira pessoa que se tem registro de ter atingido a iluminação como Buda foi Siddharta Gautama, príncipe do reino dos Sakyas, que viveu no século VI a.C. na Índia. Após muitas práticas religiosas e meditar profundamente, ele se despertou para a solução dos sofrimentos humanos – nascimento, velhice, doença e morte. Depois disso, passou a pregar seus ensinamentos e ficou conhecimento como Sakyamuni (o sábio dos Sakyas).

flor de lotusOs primeiros ensinamentos de Sakyamuni falavam sobre longas práticas, que poderiam durar milhares de encarnações, para que se atingisse a iluminação ou Estado de Buda. Só depois de cerca de 40 anos de pregação, já nos oito últimos anos de sua vida, o buda Sakyamuni pregou o Sutra de Lótus, que diferia de todos os outros anteriores. Pela primeira vez, ele disse que as mulheres e incultos também poderiam atingir a iluminação.  Que mesmo aqueles que carregavam pesados carmas negativos também poderiam atingir a iluminação. Mais importante que tudo isso, qualquer pessoa poderia atingir a iluminação e encontrar a verdadeira felicidade nesta vida. Bastaria seguir a Lei Mística.

O complicado é que o texto do Sutra de Lótus não deixou claro qual era essa lei mística, e por isso, o sutra foi ignorado por muitas correntes budistas por muito tempo. Somente no século XIII, o monge japonês Nitiren Daishonin compreendeu e revelou a Lei Mística, após muitos anos de estudos do Sutra de Lótus. A solução para a felicidade nesta vida é a Lei Mística, ou a Lei da Causa e Efeito, traduzida em chinês para o mantra Nam-Myoho-Rengue-Kyo (Devotar a vida – Lei mística – Causa e Efeito – Eternidade da vida). Em resumo, nossa felicidade depende unicamente de nossas ações, e não de qualquer ser ou entidade fora de nós. E recitar o mantra que é o nome dessa lei nos coloca em sintonia com ela, aproximando-nos do que nos dá felicidade.

Por ter compreendido e revelado a Lei Mística, Nitiren Daishonin também é considerado Buda, e o conhecido como Budismo de Nitiren segue seus ensinamentos.

Esse blog pretende esclarecer aos poucos esses ensinamentos que parecem ser tão naturais e tão profundos quanto a própria vida.

Beijo a todos!

San

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s