O que é Gohonzon

Na primeira vez que fui a uma reunião de palestra do Budismo de Nitiren Daishonin, estranhei que as pessoas recitavam o mantra olhando para o Gohonzon, o objeto de devoção dessa linha. Primeiro porque se trata de um pergaminho com inscrições em chinês, e eu não entendia nada. Depois, por me parecer uma adoração. Aos poucos, fui entendendo a profundidade que contém o Gohonzon, que vai além do significado literal daqueles caracteres. E entendi também que não se trata de um objeto de adoração.

BudsudanPara explicar melhor o Gohonzon, vou começar contando sobre uma passagem do Sutra de Lótus, a base do Budismo de Nitiren Daisnhonin.

O Sutra de Lótus contém 28 capítulos, que mostram os meios que o Buda Sakyamuni encontrou para explicar aos seus discípulos e ouvintes a grandiosidade do budismo. No capítulo 10 ele prega no Pico da Águia (Gridhrakuta, em sânscrito), uma montanha que fica na Índia, para milhares de ouvintes. No capítulo seguinte, entre Sakyamuni e os ouvintes, surge e eleva-se no ar a Torre do Tesouro, uma imensa e magnífica torre, que mede cerca do raio da Terra, toda adornada em pedras preciosas. Através de seus poderes místicos, Sakyamuni e todas as pessoas que estavam presentes na assembleia também são transportados para o ar. Dentro da Torre, está o Buda Taho (Buda de Muitos Tesouros), que convida Sakyamuni para entrar. Ele senta-se ao lado do Buda Taho, que confirma que tudo o que ele disse até então é verdadeiro. Essa passagem é chamada de Cerimônia no Ar.

A Cerimônia no Ar não aconteceu de fato, mas é uma metáfora de como os ensinamentos do Buda ultrapassam os limites do espaço e tempo. Se a Cerimônia tivesse acontecido no Pico da Águia, poucas pessoas teriam tido acesso. Acontecendo no ar, a cerimônia amplia seu alcance, o que significa que todos aqueles que ouvem sobre o Sutra de Lótus estão ali presentes. A Torre do Tesouro representa toda a riqueza que se pode conquistar com o budismo. As joias, inclusive, são usadas como alegoria em diversos textos budistas para representar essa grandiosidade.

O Gohonzon

Quando Nitiren Daishonin compreendeu a Lei Mística, inscreveu numa madeira a natureza dessa lei em caracteres chineses. Os caracteres representam a Cerimônia no Ar, com os nomes dos participantes: o Buda Sakiamuni, Taho, diversos deuses e Bodhisattvas. Ao centro, na vertical, está escrito Nam-myoho-rengue-kyo, que significa despertar para a Lei Universal, e representa a Torre do Tesouro.

No Gohonzon também estão representados os dez estados de vida, que estão presentes em todas as pessoas:

  1. Intenso sofrimento e desespero (Inferno)
  2. Desejos insaciáveis (Fome),
  3. Egoísmo e Estupidez (Animalidade),
  4. Arrogância e Beligerância (Ira),
  5. Calma Provisória (Tranquilidade),
  6. Alegria Intensa Provisória (Êxtase),
  7. Auto Aperfeiçoamento (Erudição),
  8. Despertar para Verdades Parciais da Natureza e Humanidade (Absorção),
  9. Altruísmo (Bodhisattva),
  10. Estado de felicidade com base na compaixão e sabedoria (Estado de Buda).

De forma gráfica, o Gohonzon mostra que, quando embasados firmemente na Lei do Nam-myoho-rengue-kyo, cada um dos dez estados de vida pode ser um caminho para nos trazer aprendizados ou desafios que visam nutrir nossa existência e trazer a felicidade. Por exemplo, embora possamos nos encontrar no estado de Inferno, através de nossas orações ao Gohonzon, podemos transformar nosso intenso sofrimento e desespero como fonte de força e esperança para superar todas as dificuldades.

Como podemos ter acesso a todos os tesouros que a Torre representa? Nitiren Daishonin nos encoraja com as seguintes palavras: “Quanto recitar a Lei Mística e ler o Sutra de Lótus, deve evidenciar a forte convicção de que o Myoho-rengue-kyo é a sua própria vida“. Em outras palavras, Nitiren Daishonin nos ensina que a vida é o maior tesouro. A esse respeito ele ainda escreve: “Nunca procure o Gohonzon em outros lugares. Ele somente pode habitar no coração das pessoas comuns, como nós, que abraçam o Sutra de Lótus e recitam o Nam-myoho-rengue-kyo“. Essa compreensão é o que o budismo chama de iluminação.

EspelhoAo olharmos para o Gohonzon é como se estivéssemos diante da Torre do Tesouro, com a possibilidade de receber todas as suas joias e os ensinamentos budistas. Ele representa ainda um espelho, o que significa que a Cerimônia está acontecendo dentro de nós. Ao orar para o Gohonzon estamos ativando nossa natureza de Buda, presente na vida de cada ser.

Assim, a força do Gohonzon não é algo externo, contido no pergaminho em si. Ela está dentro de nós. O Gohonzon sozinho não faz nada. Ele não controla nossas vidas, não nos concede benefícios ou nos pune. Ele apenas nos coloca em contato com nossa natureza de Buda para que nós, e somente nós, possamos definir o rumo de nossas vidas com plena felicidade.

San

Anúncios

23 pensamentos sobre “O que é Gohonzon

    • Olá, Pedro! Posso dizer que minha vida se transformou tb depois que comecei a praticar o budismo. Não por coisas mágicas que acontecem, mas pela maneira que passei a ver a vida. É realmente um presente que recebemos. Abraço!

  1. Muito legal. Comecei a frequentar as reuniões há pouco tempo, mas já vi uma enorme diferença. Estou sempre procurando conteudos para me aprofundar mais

  2. Muito bom, San!! Comecei minha pratica a pouco tempo…1 mês. E tive o mesmo pensamento q o seu. Obrigada por compartilhar o seu conhecimento. Entendi a representação do Gohonzon. É por isso que temos que recitar o daimoku com os olhos abertos e olhando fixamente pra ele??
    Vou gostar de ter mais coisas pra ler e entender o budismo. Tudo para mim é mto novo, mas quero aprender e fazer da forma correta! Se puder me ajudar, serei muito agradecida a vc! Muito obrigada!

  3. Estou participando das reuniões há dois meses e duas semanas atrás, o pessoal do meu grupo perguntou se quero me converter e ganhar o Gohonzon. Foi o SIM mais alegre que já dei…
    Estou ansiosa para receber logo. Na minha cidade não tem sede da BSGI, então, pessoas de uma cidade próxima terão que vir para a consagração. Será que demora para marcarem o dia da consagração?

    • Olá, Layse! Que coisa boa, parabéns pela decisão! Acho que depende mais da disponibilidade deles. Como moro em uma grande capital foi bem rápido. Aqui eles fazem cerimônias para a entrega do Gohonzon regularmente e no mesmo dia o pessoal foi em casa pra consagrar. Detalhe: eu moro na periferia e conheci o budismo através de uma amiga que mora em outra região, mas todos foram até lá e ainda ganharam bolo de chocolate que minha mãe fez rs. Acredito que é uma felicidade pra eles também, então tenho certeza que farão o possível para fazer o mais rápido possível 🙂
      Grande beijo pra vc! Na torcida pra que seja logo ^^

    • Olá, Paulo! Com certeza 🙂 É possível que tenha bem pertinho da sua casa. Veja com o pessoal da regional do Rio 😉
      Rua Miguel Fernandes , 229, Meier, Rio De Janeiro
      Telefone: (21) 2480-6300

    • Olá Paulo, já encontrou algum bloco ( local de reunião)? Sou budista e conheço alguns contatos entre Tijuca e Maracanã pois sou da região. Caso precise de ajuda entre em contato comigo : isa.feitosa@gmail.com. Muito boa sorte e espero que, caso ainda não tenha encontrado, ainda esteja interessado. Encontrar o budismo é o maior tesouro que pode haver.
      NAM-MYOHO-RENGE-KYO _/\_

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s