Dai-Gohonzon

Mesmo quando nos dispomos a conhecer uma nova crença, é difícil se abrir totalmente logo de imediato, recitando todos os mantras ou orações e citando nomes e palavras que não conhecemos.

Assim também foi comigo em relação ao budismo de Nitiren 🙂

Por isso decidi colocar no blog pequenos textos explicando as orações silenciosas que fazemos ao final do gongyo, já que, na verdade, é mais importante manifestarmos nossa real gratidão enquanto oferecemos as orações do que simplesmente ler o seu conteúdo de maneira ritual.

Espero que ajude em suas buscas!

Oração ao Dai-Gohonzon

A primeira oração silenciosa diz:

“Devotando-me respeitosamente ao Dai-Gohonzon dos três Grandes Ensinos Fundamentais concedido para toda a humanidade, ofereço minhas sinceras orações em agradecimento pelos benefícios conquistados.”

Em chinês, “Dai” significa “grande ou “supremo”, e “Go” significa “digno de honra” e “Honzon” significa “objeto de respeito fundamental”. Quando falamos Dai-Gohonzon, estamos nos referindo à mandala inscrita em madeira por Nitiren Daishonin em 12 de outubro de 1279. Ela representa a incorporação física da lei eterna e universal do Nam-myoho-rengue-kyo, a essência do Sutra de Lótus. O Gohonzon que os membros da SGI consagram em suas casas é baseado nesse Dai-Gohonzon original.

O Gohonzon pode ser comparado a um “poderoso espelho” que revela a Lei Mística inerente na vida de cada pessoa. Daishonin inscreveu o Gohonzon para que todas as pessoas pudessem conhecer a Lei e evidenciá-la.

Daishonin deixou claro que a essência do budismo está expressa na frase “Nam-myoho-rengue-kyo”. Por isso o Gohonzon não deve ser visto como um objeto que contém poderes místicos ou mágicos em si, mas, sim, como a manifestação do desejo de Nitiren de que toda a humanidade possa alcançar a felicidade ou o estado de buda. Isto pode ser conseguido através da recitação do Nam-myoho-rengue-kyo e fazendo esforços constantes para melhorar a si mesmo e ajudar os outros a fazer o mesmo.

nitirenAtravés de suas cartas, Nitiren revelou as coisas mais importantes que estavam contidas de maneira implícita no capítulo Juryo (Revelação da Vida Eterna do Buda) do Sutra de Lótus. Elucidou que a prática do budismo consiste essencialmente em três ensinamentos: (1) ter fé no Dai-Gohonzon [que é a representação física da Lei Mística], (2) recitar o Nam-myoho-rengue-kyo ou Daimoku e (3) ter respeito ao local onde a pessoa recita o Daimoku, ou seja, ao santuário onde está seu Gohonzon, espelho da Lei em sua própria vida. Estes são os três Grandes Ensinos Fundamentais do budismo de Nitiren Daishonin.

San

Anúncios

5 pensamentos sobre “Dai-Gohonzon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s