Nikko Shonin

Mesmo quando nos dispomos a conhecer uma nova crença, é difícil se abrir totalmente logo de imediato, recitando todos os mantras ou orações e citando nomes e palavras que não conhecemos.

Assim também foi comigo em relação ao budismo de Nitiren 🙂

Por isso decidi colocar no blog pequenos textos explicando as orações silenciosas que fazemos ao final do gongyo, já que, na verdade, é mais importante manifestarmos nossa real gratidão enquanto oferecemos as orações do que simplesmente ler o seu conteúdo de maneira ritual.

Espero que ajude em suas buscas!

Oração aos Três Mestres

A segunda parte deste trecho diz:

Devotando-me respeitosamente a Nikko Shonin, ofereço minhas sinceras orações em agradecimento pelos benefícios conquistados.

sadoEm 1258, Nitiren Daishonin visitou o templo Jissoji para desenvolver pesquisas na biblioteca local com o intuito de esclarecer as causas das calamidades e desastres que assolavam o Japão. Ele preparava-se para escrever a “Tese sobre o estabelecimento do ensino correto para a paz da nação”. Nessa ocasião, Nikko, que estava com 13 anos de idade, serviu-o e tornou-se seu discípulo, recebendo de Nitiren Daishonin o nome de Hoki-bo Nikko. A partir de então, Nikko serviu-o devotadamente, acompanhando-o até mesmo em seus exílios à península de Izu e à ilha de Sado.

Nos últimos anos da vida de Daishonin, já estabelecido em uma região remota do monte Minobu, Nikko Shonin compilou as preleções sobre o Sutra de Lótus proferidas pelo seu mestre, as quais são conhecidas como “Registro dos Ensinos Orais”. Ele empenhou-se também de forma excepcional na liderança da propagação do Verdadeiro Budismo, participando vigorosamente de inúmeros debates com líderes de seitas heréticas. As regiões de Kamakura, dos montes Minobu e Fuji, de Atami, Kai e Suruga e a vila de Atsuhara foram alguns dos locais onde Nikko empreendeu uma intensa campanha de propagação.

Aos 61 anos de idade, sentindo a aproximação de sua morte, Nitiren Daishonin designou Nikko Shonin como seu legítimo sucessor por meio de dois documentos de transferência escritos em setembro de 1282 e em 13 de outubro de 1282, no dia de sua morte.

Após o falecimento de Daishonin, dos seis sacerdotes seniores que juraram proteger o Verdadeiro Budismo, somente Nikko Shonin compreendeu profundamente a verdadeira intenção do Buda Original e preservou seus ensinos com pura fé, criando a base para a propagação, e os transmitiu às futuras gerações. Apesar de terem jurado proteger o Verdadeiro Budismo, sob pressão das autoridades, os outros seniores gradativamente começaram a desviar-se dos ensinos de Daishonin e passaram a adorar imagens do Buda Sakyamuni, declarando-se sacerdotes da seita Tendai. Assim livraram-se das perseguições e prometeram orar pela nação e por seus governantes. Nikko Shonin refutou rigorosamente essas atitudes e preservou os ensinos de seu mestre. Se ele permanecesse em silêncio, indubitavelmente a história da “retidão dos cinco sacerdotes seniores” teria prevalecido sobre a verdadeira intenção de Nitiren Daishonin. Na verdade, esses cinco sacerdotes não compreenderam a verdadeira intenção do Buda Original.

MontanhaNikko Shonin faleceu no dia 6 de fevereiro de 1333, 24 dias após escrever “Os Vinte e Seis Artigos de Advertência”, que contêm as orientações para os futuros discípulos que herdaram o verdadeiro espírito de Nitiren Daishonin e assegurarão a realização do Kossen-rufu.

San

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s